Casamento de Flavia e João — Flavia Cavaliere
553
post-template-default,single,single-post,postid-553,single-format-standard,theme-bridge,woocommerce-no-js,,vertical_menu_enabled,qode-title-hidden,paspartu_enabled,paspartu_on_top_fixed,paspartu_on_bottom_fixed,vertical_menu_inside_paspartu,qode_grid_1300,side_area_uncovered_from_content,columns-4,qode-theme-ver-16.4,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive

Casamento de Flavia e João

Cerimônia: Igreja São Francisco de Paula (Barra da Tijuca) e Recepção: Itanhangá Golf Clube

 

Sabe aquelas histórias em que o destino mostra toda sua majestade?

O João conhecia o pai da Flavia a anos e super o admirava. Um dia, num bar, ele viu essa loira linda e o papo rolou.

O que você faz…? Onde trabalha…? Aquele inicio de aprouch…
Advinha quem era ela? A filha do Vidinha!

A história seguiu com encanto por quatro anos e hoje, olha eu aqui para contar onde parou.

Em casamento, claro!

Eu também conhecia a família da Flavia.
Fiz o casamento do irmão dela com a Tati, há treze anos atrás.
Como são queridos por aqui.

Isso é mesmo muito especial na minha profissão. Conhecemos família queridas que viram amigas.

Um relação de confiança que mesmo anos depois, faz a gente estar juntos novamente para mais um momento lindo e especial.

.

 

Flavinha e João chegaram aqui há dois meses atrás.

Para que esperar? Dá tempo?
Sim!!!! Sempre dá tempo.
Vamos com tudo… Adoro!!!!!

O local escolhido pela cerimônia foi a Igreja de São Francisco de Paula, na Barra da Tijuca.

Super próxima do salão da festa. Logística bacana e simples para a turma toda.

A Igreja ganhou um decoração branca, tradicional como, aliás, gosto muito.

Cerimônia é mesmo algo mais formal e o protocolo clássico é sempre um acerto.

Usei flores brancas de diferentes espécies em pedestais dourados para aquecer o ambiente e trazer mais luz ao visual. A iluminação cenográfica estava lá por toda parte dando aquele toque de realce.

Optei em dar um toque de luz âmbar nas flores que decoravam a passagem do cortejo. A arquitetura moderna da basílica, trazia muito o branco para o ambiente e o recurso de uma iluminação mais “aquecida” daria mais romance e deixaria tudo com mais aconchego.

Já nas flores, o branco tem um significado simbólico importante: o perdão, a paz, a lealdade… ele representa tudo de mais sublime que tanto precisamos na construção de uma vida em parceria. Talvez, por isso, seja mesma a cor eleita para as cerimônias de casamento.

 

Flavia chegou linda num vestido fluido de grife espanhola com corpo rendado, buquet de orquídeas faleanópolis brancas da super Angela Silveira e make da super Nilza Nohra.

Um sorriso tranquilo e aberto e um brilho nos olhos encantador também estavam lá prontos para encontrar, no altar, o amor de sua vida.

 

.

 

Lá dentro, uma tocata de clarins e trumpetes da Orquestra Violinos Moza anunciaram a chegada da noiva com toda a pompa e circunstância que a ocasião merece.

Uma lindeza que fez a emoção pular para os olhos e arrepiar a pele de todo mundo.

Que poder a música tem, não é?!

É mesmo uma arte que sensibiliza.

Sempre converso aqui que casamento não é para improvisos.


Tem que ter as pessoas certas em cada lugar.Uma boa orquestra é fundamental.

Ela vai conduzir a todos a se emocionarem. A viver com o coração aquele momento tão especial para os noivos.

A entrada das alianças ficou com a Manú, filhinha dos meus noivos queridos Tati e Felipe que, claro, foram os primeiros a entrar, abrindo o cortejo da cerimônia.

 

 

.

 

 
.
.

 

A emoção era enorme mas tudo com muita leveza.

Isso é que é legal!

Os noivos estavam curtindo, os pais estavam curtindo, amigos, família…

Ansiedade é normal mas o equilíbrio para não se perder das melhores sensações é fundamental.

Todo mundo de parabéns! Ponto perfeito!

 

 

 

 

 

 

 

Celebração concluída, hora de ir para a festa!!!!!!

Os noivos chegaram num carro antigo muito muito muito lindinho que rendeu muitas fotos incríveis.

A cara deles mesmo.

Diferente, parecia saído de uma novela.

O fotógrafo responsável pelo registro para a posteridade foi Daud Pachá e lógico que ele aproveitou esse cenário para clicar as mais altas fotos do casal.

Vocês devem estar percebendo que estou abusando das fotos em preto e branco mas, acredite, elas estão traduzindo com perfeição essa primeira parte do “filme”.

Aproveito para agradecer a ele, Daud Pachá, o adiantamento do material para esse post.

Se já foi dificil para mim, selecionar essas poucas para publicar aqui, não quero nem imaginar a loucura para os noivos que será escolher as do álbum.

Todas lindas!!!!

Flavia e João me pediram um ambiente decorado com flores cor de rosa.

Diferentes tons…do mais claro ao mais forte.

Aproveitando a nossa flora maravilhosa, pude trabalhar com muitas espécies criando um lindo desfile de texturas,cores, tamanhos e formas.

 

.

Sugeri que mesclássemos tudo com porcelanas portuguesas já que a família da Flavia é de lá e
assim daríamos um pequeno grande toque de personalização.

Eles não interferiram muito.
Tive total liberdade de criar e isso é uma delícia porque o pensamento criativo sem freios vai longe.

Quer uma ideia?

Primeiro, escolhi uma peça em dourado para a mesa de doces.

O tampo de espelho, ganhou uma película para que chegasse a douração que eu queria.

Os pés da mesa foram pintados até chegar ao tom exato do meu projeto.  Mas eu ainda quis dar um toque a mais.

Então, criei um paisagismo/jardim que trabalhei sobre a base da mesa. Diferentes folhagens, flores, iluminação especial.

A estação ganhou um toque onírico, um spray de romance. Adoro isso!

 

 

As peças vão se somando como num grande quebra cabeças até que o desenho final surja. É um delicioso trabalho de esculpir a festa. Pessoalmente, tenho um grande amor por essa etapa do processo.

Como eu queria um toque sofisticado ao ambiente geral, usei bandejas de prata que encontravam rima com os sousplats das mesas de convidados também de prata.

Um luxo discreto mas muito bem vindo na valorização do resultado geral.

Casamento é um grande dia mesmo.

Tem que se destacar da rotina.
Tem que brilhar.
Tem que ser aquele dia que todo mundo vai lembrar pela beleza e pelas sensações.

O visual é um dos maiores sentidos perceptivos.
Ele deve inspirar.E aí, a gente capricha, né?!

.
.
.
.

 

Os toques de personalidade não ficaram só nas porcelanas.

Levei de presente para eles, mini toucinhos do céu para a mesa de doces para que os sentidos do paladar e do aroma da terrinha também existissem ali.

Ele é uma sobremesa típica de Portugal, à base de ovos, amêndoas moídas e açúcar.

Conta a história que o Toucinho do Céu ganhou esse nome porque a receita original é feita com banha de porco e prepara pelas freiras dos conventos.

Tão bom fazer surpresas,né?!

Eu adoro.

Eles ganharam a bandeja mais alta da mesa e despertaram aquele sorriso gostoso que a gente gosta de ver quando o convidado chega procurando o que vai experimentar primeiro.

.

 

O bolo, uma obra de arte dos meus confeiteiros queridos, Casal Garcia, tinha as iniciais dos noivos e um delicioso recheio de nozes, ovos e doce de leite, todo esculpido em flores e matelassê sobre uma peça de prata (olha ela aqui de novo!).

Flavinha registrou o monograma para a posteridade neste flagrante lindo!

 

.

Eram muitas centenas de doces e do mais puro chocolate belga ali, ao alcance das mãos.

Não era dia de fazer dieta.

Até porque, junto a todas essas sobremesas, passavam fartamente pelo salão, os mais deliciosos vinhos portugueses na temperatura perfeita.

O salão ganhou corpo no setor de mesas também.

 

Como já falei, eles seguiram uma programação clássica, com sousplats de prata, guardanapos de ponto ájur, taças rosé, cadeiras douradas e uma toalha em trama geométrica estalando de novinha, estreando na festa deles.

Um espaço lounge lindo e super confortável foi oferecido ali, no entorno da pista de dança.

Criei esse ambiente com forrações que conversavam entre si com tecidos aveludados, linho, ferro e madeira.


Uma mistura de texturas para juntar elementos e criar movimento.

Destaque para os seats garden na porcelana portuguesa que eu garimpei para amarrar tudo e fechar o conjunto.

Até as almofadinhas entraram no clima.

Espia mais um pouquinho…

 

 

 

A pista de dança estava em local privilegiado de onde todos os convidados tinham visão.

Todo o ambiente da festa foi desenvolvido para contorná-la fazendo da animação, um local de todos e bombou nas mãos do nosso DJ Lelo Cardoso (Rastropop).

Claro que teve “Bate o pé” e outros “Viras” mais.

Claro que ninguém ficou parado. Que alegria linda!

 

Banquete servido, vinhos rolando e quem ainda pensasse em sentir falta de alguma coisa, quero declarar que a sede não tinha vez.

Ao lado da pista, a chopeira da Stella Artois, operada pelo profissional da Brahma garantia o ponto certo da temperatura.

Um must have nas festas cariocas.

Para conforto dos pés e fim das desculpas de “tenho que parar um pouquinho”, entraram em cena, as sandalias mais fofas by Edna Lopez deixando as meninas renovadas para mais dança e empolgação.

 

 

.
.

 

 

 

 

 

 

Gente, licença para encerrar esse post com essa foto de família linda que eu estou junto. Mostra a beleza do tempo e da confiança. Há treze anos atrás, quando os conheci fazendo o casamento do Felipe e da Tati, eram menos pessoas e agora, olha quanta gente querida chegou no meu coração.

Estou mesmo muito feliz em estar mais uma vez com vocês, fazendo parte de mais um momento inesquecível.Agora, só mais um pouquinho e vem os 15 Anos da Manuela e da Marina, filhotas do Felipe e da Tati. Escrevendo esse post, me peguei cantarolando a música “Trem bala” numa viagem sentimental com vocês:

A gente não pode ter tudo

Qual seria a graça do mundo se fosse assim?

Por isso, eu prefiro sorrisos

E os presentes que a vida trouxe pra perto de mim

Não é sobre tudo que o seu dinheiro é capaz de comprar

E sim sobre cada momento, sorriso a se compartilhar

Flavia, João:

Sejam felizeeeeeeeeeeeeeeeeees!!!!!!

Muito!!!
Muitão à beça!!!!

O tempo passa rápido.
A vida não é só contemplação.
Tem loucuras, correrias, atropelos. Aquele agito bom que faz o sangue pulsar nas veias.

O bom é o equilíbrio perfeito de tudo e cada um tem um ponto.

Vocês já mostraram que sabem de tudo!

Desejo a vocês, muitos momentos de realização, de carinho, de abraços, de viagens incríveis por esse mundão e dentro da alma um do outro.

Desejo vida!!!!
Desejo luz!!!
Desejo felicidade!!!!

Um beijo enorme!!!!

 

Deixe seu comentário

sobre essa festa

aqui no blog!

Sem comentários
  • Flavia e João (os.noivos)
    Postado às 19:09h, 19 junho Responder

    Oi Flávia.
    Gostaria de agradecer toda a sua equipe, especialmente você pela organização do nosso casamento.
    Um momento tão especial de nossas vidas que gerou muita ansiedade mas que com toda a sua competência nos fez ficar seguros e realizados com tanta presteza e profissionalismo.
    Muito obrigado e parabéns.
    Vocês nasceram pra isso!
    Um beijão no coração de todos os envolvidos!!!!
    ������
    João e Flávia.

Poste um comentário