Casamento de Joana e Junior

Cerimonia: Igreja Nossa Senhora da Paz e Recepção: Sociedade Hípica Brasileira

 

Ela estudava na mesma faculdade que o irmão dele, muitos amigos em comum mas foi a Victória, em 2014, que resolveu a situação apresentando um ao outro. Claro que hoje, cinco anos depois, ela tinha que ser madrinha, né?!

Eu também conheci a Joana e o Junior quando eles foram padrinhos da Gabriela e do Guilherme, noivos queridos que eu tive a alegria de fazer o casamento no ano passado.

Fiquei, então, responsável também pela organização, cerimonial e decoração do Grande Dia que estou publicando hoje, cheio de momentos lindos e muita felicidade.

Era para ser em junho mas o calendário de competições de hipismo foi divulgado quando o casamento já estava em preparação e como noivo e seus padrinhos participam, foi preciso antecipar tudo.

Corre daqui e dali, reagenda todos os profissionais, corre mais um pouquinho e pronto…!
Deu tudo certo.

Chegou 11 de maio e Joana estava linda no seu Marie Lafayette.

A estilista formada em moda na Esmod Paris e reconhecida pelo seu corte impecável arrasou mais uma vez neste modelito clássico, de releitura moderna onde uma leve transparência se apresentava de um jeito jovem e no ponto certo.

De parar o trânsito com as bençãos e cuidado da mãezona aí ajudando nos retoques finais.

Mangas compridas (adoro!!!!) traziam para o look da Joana um tom nobre e a renda leve e bordada com pequenas pedrarias arrematavam o visual com aquele brilho que a gente gosta.

O buquet mais moderno de lisanthus brancos by Angela Silveira deu o toque final a produção clicada em detalhes, prosa e verso pelo super Daud Pachá, o escolhido dos noivos para registrar tudoooooo.

Aproveitando para agradecer o carinho dele em não dormir, depois de um dia puxado de trabalho, para que eu pudesse estar postando esse relato tão rápido aqui para vocês.

Eu aqui, escrevendo ao clarear do dia e as fotos chegando.

Aliás, ninguém dormiu mas aqui está o post express para vocês.

 
.
.


A cerimônia aconteceu na Igreja Nossa da Paz, no coração de Ipanema.

Para emocionar e fazer corações baterem fortes, os Violinos Moza entraram na cena com arranjos poderosos e um repertório lindo.

Os padrinhos entraram com “Love changes everything” e o suspense começava com aquela espectativa boa para a entrada dos noivos.

 

 

 

 

 

Olha que detalhe lindo o terço da noiva! Tudo a ver com uma cerimônia católica e com o vestido clássico dela.
Ponto registrado e publicado aqui porque a gente quer mesmo mostrar coisa bonita!O noivo também estava com um terço e isso realmente, ficou lindo. Trouxemos fotos (olha aí embaixo) para contagiar o mundo de bons exemplos.

Cerimônia linda celebrada com muito carinho pelo Padre Thiago, da Opus Dei que virou filme pelas mãos da BV1 Produções.

.

 

 

 

 

Flores brancas para decorar tudinho, afinal, a Igreja consagrada a Nossa Senhora da Paz combina super com a cor que a simboliza.

Centenas delas percorriam o caminho do cortejo e subiam o altar com direito a pequenas luzes sobre cada um dos arranjos para que elas se destacassem e fizessem brilhar ainda mais essa noite inesquecível.

Olhando uma foto assim, dá para ver o quanto a luz valoriza a cena.

Ela é aquela magia que faz mesmo tudo parecer um sonho.

Usei suportes de prata para valorizar ainda mais a decor da cerimônia.

Votos, juras, olhares apaixonados, trocas de alianças e muitas bençãos depois, hora de partir para a festa onde todo mundo ia comemorar com eles.

Na saída dos noivos, aquela chuva de pétalas que a gente ama!

.
.

A ideia dos dois era um casamento cheio de amigos, muita animação, bebida da melhor qualidade, tudo num visual jovem e colorido.

A Sociedade Hípica Brasileira foi a escolhida como palco, não por acaso mas por conta de toda a história do noivo com o Hipismo.

Lá estava eu debruçada sobre plantas baixas, anotações, desenhos.

Como eu gosto disso!!!!

O trabalho de criação é muito mágico mesmo.


Fechar os olhos e deixar a imaginação conversar com a parte técnica.

Nem sei se consigo definir os lados do cérebro onde cada uma se processa.

É um tal de pular para cá, para lá e para fora também.

Sou capaz até de ver as ideias passando na frente dos meus olhos e sobre minha cabeça durante esse processo lindo.

Aos poucos, a festa foi ganhando forma com a chegada de novos elementos.

Um palco surgiu para o show do Alex Cohen, uma sala a mais foi incorporada na área do evento.

Joana me pediu que o salão principal não fosse ocupados por mesas e aí ele ficou assim…

Muitos lounges interagindo com o espaço onde pulsaria o coração da festa, a pista de dança.

Como havíamos combinado em nossas reuniões a inclusão de porcelanas portuguesas como parte importante da identidade visual, levei para o painel de fundo esse padrão, almofadas e a própria pista ganhou desenho exclusivo criando uma ambientação ancorada no elemento.

 

.
.
.
.

As mesas de convidados também carregaram a identidade onde criei composições entre lisas e floridas.

Sobre elas, mini sousplats em ratan, taças no tom fartos arranjos florais trazendo o rosa para o conjunto de forma definitiva e equilibrando o uso das cores frias e quentes.

Elas ganharam maior expressão nas varandas onde um mar de mesas desfilava próximo aos pontos de serviço onde o buffet ofereceria quitutes maravilhosos.

.


Elas ganharam também um menu muito lindinho e personalizado com a estampa que também apareceria nas sandálias e presentes para as madrinhas.

O bar super produzido e entregue aos cuidados da equipe incrível do Top Bartender ficou na varanda das Tartarugas que ganhou esse nome por conta do laguinho fofo cheio delas que passa por ali.

Esse seria um point muito visitado, com certeza, pela galera jovem que iria experimentar, entre uma dança e outra,  cada receita delícia que os meninos do bar estariam produzindo.

Muito papo ia rolar ali, então, selecionei a varanda com maior área para recebê-los.

Estrategicamente, os coloquei próximo aos acessos do salão principal onde estaria a pista de dança.

Assim, facilitaríamos a logística drinks x pista de dança.


Joana me falou em algum momento por aí no processo que adorava as jarras de velas pendentes do teto.

Até pensamos em usá-las sobre a pista mas as condições técnicas do salão não nos ofereciam recursos para fixá-las já que temos um teto liso de gesso.

Então, fiz uma surpresa.

Contratei algumas para decorar o teto do bar e varanda da Lagoa.

Um pequeno toque que deu um charme a mais no setor. Não é que assim que chegou, ainda passando de longe a primeira coisa que ela viu e falou foi das velas!!!!

“_ Flavinha, você colocou as velas!!! ”

Como isso faz a gente feliz!!!

Ao entrar na festa, os convidados passavam pela sala de doces que eu deixei para falar por último pela riqueza de detalhes.

O bolo ganhou lugar de destaque no hall central enquanto os doces desfilaram sobre cômodas, mesas e aparadores.

A cômoda em especial, foi construída no local a partir de doze módulos onde trabalhei um paisagismo suave com bouganvilles, avencas, tostões, crassulaceae dentre outras folhagens buscando criar um movimento de cores e texturas abaixo das delícias que desfilariam por ali.

.
.

Aqui estavam, claro, as porcelanas que tanto faziam gosto a Joana em composição com peças de ferro.

O lustre que usei sobre o bolo e os pés das mesas redondas seguem o mesmo material desse grupo de bandejas.

Reparem que os elementos se apresentam como num ballet onde os grupos se intercalam num harmônico desenho coreográfico.

 

 

 

Àrvores construídas galho por galho com a mesma folhagem que compõe a parede principal da sala de doces a trazem para os demais cantos do ambiente construindo um entorno de relevos e produzindo também por seus troncos uma integração com as madeiras, matéria prima dos móveis presentes.

É um despertar bom dos sentidos.

O público sente a harmonia mesmo sem analisar tecnicamente o que a provoca.

Uma pausa agora para falar do bolo.
Ele merece mesmo um parágrafo inteiro.
Uma delicadeza decorado com flores de açúcar esculpidas e pintadas a mão para que ficassem no tom exato da festa.

Uma arte sobre uma bela peça de prata trabalhada em arabesco e recheado de chocolate trufado, doce de ovos e doce de nozes.

Olha como eles, os noivos, ficaram lindos neste cenário.

 

.
.
.

Menção especial ao lustres de velas que pendia sobre o teto. Todo em ferro, bronze, velas e cristais, instalado com toda segurança pelo Ateliê de Velas Fátima Cavalcante, ganhou um toque especial.

Trabalhei eles todos em flores e folhas criando um visual mais forte.

Os cristais se debruçavam sobre sua base decorando o espaço aéreo do bolo e da pista de dança e construíam um resultado mais pleno para o ambiente onde as fotos oficiais seriam feitas.

Nas conversas que tenho com os noivos, sempre os deixo a vontade para me mostrar fotos de inspirações que os encantam.

Existem tantas hoje na web e elas, as noivas, adoram se perder nas madrugadas nessa viagem.

É uma (dentre outras) ferramenta legal para, nós profissionais, entrarmos na alma deles com uma leitura mais direcional. Joana havia demostrado algum apreço por flores aéreas mas o projeto tomou outro rumo. Guardei e, claro, esses lustres foram um presente que gostei muito de dar.

Os bem casados ganharam a companhia de Nossa Senhora Aparecida representada na imagem presente.

Certamente abençoados,os pequenos bolinhos tradicionais nos casamentos estavam ali a disposição de quem os desejassem assim como todas as tentações em forma de açúcar.

E eram muitos! Muitas centenas!

 

Palhas italianas brancas e de chocolate ao leite, brownies da, chocolates belga acompanhados dos mais incríveis recheios, doces e doçuras com formas, aromas e sabores diversos.

Sente só o cone de Nutella aí ao lado. Gsuis!!!!

Acha que sobrou algum?

E os Santo Antônios de chocolate recheadinhos de marshmellow, explodindo a gostosura por todos os lados?

Já que não faltou apelo para tantos santos, vou aqui fazer uma prece a Nossa Senhora da Dieta que proteja todos os convidados da Joana e do Junior da calóricas consequências de permanecer nessa irresistível sala de doces porque a tentação aniquilava todas as forças da resistência.

Aqui vão muitos cliques para vocês curtirem esse “book de modelos” de delirar.

 

 

 

 

Gente, desculpa o meu orgulho mas não posso deixar de mostrar um pouco do que foi o “first look” deles quando entraram no salão e viram a decoração que fiz com tanto carinho.

Quando recebi as fotos e vi que foi flagrado, não consegui deixar de publicar porque é muito especial para mim esse momento.

A gente que trabalha com casamentos não consegue se distanciar da emoção.

Afinal, é uma escolha de alma.

Uma opção em trabalhar para o sonho das pessoas. Um esfera diferente, uma conexão.

E a festa começou no tom que tem que ser…espumante gelado, muita gente feliz e um cenário no tamanho do sonho dos noivos.

A pista abriu com a tradicional dança do casal e a entrada de Alex Cohen e sua banda. A ordem era vibrar lá em cima já na primeira hora. Nada de ficar parado.

.


O cantor arrasou com um repertório muito bem escolhido.
O palco estava logo ali, na cabeceira direita da pista. De onde quer que a turma estivesse, era camarote!

E a noite toda seguiu nessa vibe.
O DJ Alessandro Freitas assumiu a pista logo em seguida e a animação continuou. Os balões criaram um efeito lindo sobre a pista e as sandálias entraram para distribuição oferecendo mais fôlego aos dançarinos incansáveis.

 

 

 

 

Sabia que num casamento não são só, os noivos em suas cerimônias que tem padrinhos?

Cerimonialista também tem.

Aquele casal querido que já casou com a gente e faz o papel do “cupido” entre nós, profissionais, e outros casais que procuram alguém para confiar o Grande Dia.

Nossos padrinhos ( da minha relação com os noivos – risos) foram, como falei lá em cima, o Guilherme e a Gabriela.

Joana e Junior foram padrinhos deles no ano passado e olha no que deu…eu aqui no meio dessa história linda.

Claro que tinhamos que ter “fotos de padrinhos”.

Segura aí que ainda não terminou…vem MC Andinho!!!!

Vai com tudoooooooo.

E a turma grita os funks descendo até o chão.

O show abriu com seu sucesso inesquecível “Corpo Nú” e seguiu com hits para lacrar.

Um atrás do outro.

Que alegria linda.

Que celebração.

Até o noivo cantou!

E cantou bem.

 

 

.
.

O buffet Maria Luiza, de Petrópolis, serviu fartamente a noite inteira com muita elegância, sabor e vontade de fazer todos se sentirem felizes.

A festa contou com três estações fixas e um serviço volante caprichado regado a vinho tinto, espumante e muito whisky. Tinha opção para todos os públicos que ainda curtiu muito tudo que o bar oferecia.

Ainda teve cachorro quente da Geneal estacionado na varanda. A turma aprovou, comeu muito e os sanduíches não acabavam. Era Geneal até dizer chega.

Os estômagos dos guerreiros estava assistido no volume máximo e se a ordem era beber muito, comer também estava na pauta.

 

 

Joana, Junior:

A vida é mesmo uma grande pista de provas. Obstáculos, saltos perfeitos e outros nem tanto. O importante é saltar. Saltar sempre. O prêmio é resultado do exercício diário, do treino constante, da atenção.

No amor também. Que vocês nunca abandonem a disciplina do treino diário. Que não se abatam com os obstáculos derrubados. Eles fazem parte. Seguindo em frente, vem a vitória. A alegria das conquistas a dois.

Que a festa de hoje seja uma medalha de incentivo a muitas outras.

Felicidades aos noivos!!!!!!

Beijos.
A gente se vê na Lua de Mel (risos) (porque descobrimos que estaremos, numa engraçada coincidência, no mesmo voo, na mesma fileira!, para a Itália, segunda feira.

Não basta ser cerimonialista, decoradora, “miga, sua louca”, psicóloga do Whatsapp…tem que ir junto na Lua de Mel) (risos)

 

 

Deixe seu comentário sobre esse casamento. 


Clique aí embaixo e siga o passo a passo.

 

 

Sem comentários
  • Joana ( a noiva)
    Postado às 22:52h, 12 maio Responder

    Flavinha, obrigada por ontem e por todos esses meses! Eu e Junior estamos MUITO felizes e foi o dia mais perfeito da nossa vida!!!!!!!
    Obrigada por tanto!!! Por ter feito uma decoração MUITO além do que eu poderia ter imaginado, ter organizado tudo com maestria!
    O Junior também é só elogios aqui, está apaixonado!
    Muito obrigada, de coração ❤

Poste um comentário