Meu aniversário 2019

Festa: Largo do Arruda

 

Fazer aniversário é como lembrar daquela sensação boa dos tempos de escola. A gente encerrando o ano, provas concluídas, trabalhos entregues, só comemoração: passamos de ano!!!!

Aí a gente compra caderno novo, aquela caneta linda e seguimos para uma nova série escrevendo novas histórias.

É um novo início, com mais um pouquinho de preparo. Adoro e comemoro mesmo.

Festaaaaaaaaaaaaaaa.

Juntar os amigos e comemorar com eles é, para mim, uma forma de legitimar o rito de passagem. Afinal, não estamos sozinhos mesmo nessa escola e os companheiros de classe foram cúmplices na caminhada, né?!

Entre um período letivo e o outro… férias!
Por que não levar a turma toda por uma noite  … para a Itáliaaaaaaaaaaaaaaaa?

 

“Una Serata in Italia” não foi uma festa temática. Foi uma espécie de viagem da alma.

Já no convite, um passaporte, um boarding pass e uma mala pronta.

Dentro dela, a camiseta para usar no destino.
Tudo estava ali. O mapa…o endereço…: Via Cavaliere.

A Via Cavaliere existe e é a rua (via, é rua em italiano) que tem o nome da minha família; o meu nome!,  lá no Sul da Itália.

Os Cavalieres surgiram quando um de nossos antepassados, há alguns séculos atrás,  salvou o rei de uma emboscada e recebeu o título de cavaleiro (Cavaliere, em italiano) real.

Surgiu então a Villa Cavaliere, fundada por seus descendentes.

Olha as fotos aí da Villa e da Via.

No início do processo de criação da festa havia  apenas um sentimento. A Itália é um país muito rico em referências.
Eu queria que as pessoas tivessem uma experiência sensorial.
Afinal, o convite era para passar Una Serata in Italia (Uma noite na Itália). Logo, a gastronomia teria um papel marcante . Mas o que os olhos vissem, o que os ouvidos ouvissem e o que pudesse ser tocado também deveria conduzir as pessoas nessa viagem.

A criação do cenário não começou pela seleção de cores nem das flores.

Comecei por um elemento clássico em toda festa italiana: as mesas enormes, de muitos lugares onde as famílias se encontram.

A principal delas, com trinta lugares e doze metros de comprimento foi a coluna vertebral da festa.
Ela ganhou um caminho de velas e flores acompanhado de um delicado e, ao mesmo tempo, cheio de detalhes, mis en place.

 

Sobre os guardanapos de linho bordados, um menu descrevia os antepastos, jantar e sobremesas com curiosidades sobre a região que pertenciam.

Era a Itália se apresentando em cada detalhe.

A esquerda,um pãozinho italiano em saquinhos de papel craft com o carimbo da Via Cavaliere.

Essa é mesmo uma moda na Itália. A tal cestinha está em baixa.

Os restaurantes tem usado o tal saquinho que vem para a mesa sem nenhuma cerimônia.

Quero dizer aqui também, que esse pãozinho foi feito com receita italiana.

Deu um trabalho danado conseguir uma padaria que topasse a minha proposta mas eu encontrei e o autentico pão italiano compareceu a festa.

Ao fundo, uma plotagem também de doze metros, iluminada com técnica especial, fazia parecer que aquela noite acontecia mesmo no país europeu.

A frente dela, carrinhos muito típicos traziam o jantar com paisagismo real enquanto diversos barris de vinho autênticos emolduravam a festa sobrepostos de garrafões e velas.

A realidade 3D trazendo ainda mais realidade para a imagem.

 

Para destacar ainda mais a mesa principal, um dossel de micro lâmpadas a cobriu intercalado com jarras de velas.

Sofás em veludo verde musgo acompanhavam toda essa extensão oferecendo alternativas de acomodação para quem preferisse o bate papo fora das mesas.

Aliás, o verde mandou mesmo em muitos setores.

Eu não queria aquele visual clichê onde os convidados se sentissem “sentados” na bandeira da Itália. (risos) A representação estava nos elementos reais da cultura e não pela utilização do manjado verde, branco e vermelho.

Contudo, sem me distanciar radicalmente do que poderia ser parte da identificação para os convidados, escolhi o verde num tom mais fechado como base.

Por exemplo, as flores da festa seguiram o colorido que se vê nas muitas sacadas floridas de uma via (rua) italiana.

O rosa em diferentes tons, o roxo, o branco e, por vezes, o amarelo. Aliás, essa foi uma das últimas coisas que decidi no projeto  e fiquei muito satisfeita com o resultado.

Meus carinho muito especial ao meu pessoal querido, Paulo…Heloísa… que fizeram com enorme dedicação muitos dos arranjos da festa. Beijos e gratidão também ao Sr. Joaquim, da Roseira que também se juntou a essa turma completando um time lindo para realizar o meu projeto floral.

Logo abaixo, a estação de doces.

Ela não era redonda, nem quadrada, nem retangular.

Desta vez, a mesa de doces era uma “via” (por que será? – risos) com curvas e muitos metros.

Nela, flores, jarros e muitas……muuuuuuuuuuuuuuuuitas bandejas de doces em materiais, texturas, desenhos e cores que mais se aproximaram das pedras que testemunharam a história.

A minha proposta era ter, neste setor, uma leitura que remetesse àqueles objetos que vemos nos muitos museus e mesmo fora deles.

A base da mesa foi toda trabalhada em limão siciliano, a fruta símbolo da Itália. Acima, uma gambiarra muito Itália. Tinha que ter e eu não deixei de lado a tradição.

Uma bicicletinha fofa lembrava que pedalar é como comer spaghetti; todo italiano faz.

Eram milhares (milhares aqui não é força de expressão.Eram milhares mesmo.) de doces enviados pelos mais super competentes confeiteiros dos quais eu tenho a alegria de chamar de amigos.

Meu Deus, o que dizer de vocês??? Eles não mandaram só doces. Eles mandaram teletransportes disfarçados de doces.

Este blog adverte. As imagens que vocês verão a partir de agora são fortes e podem causar tonturas e delírios…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Olha só esses biscoitos da Diana Carolina em formato de pizza…
Diana, o que dizer de você, menina!? Encantamento total.

Só fixei o olhar e num instante eu estava em Nápoles, comendo uma napolitana no Michele.

O doce de lavanda, levando aos campos floridos da Toscana, o docinho de Grana Padano, um dos queijos mais reverenciados pelos italianos, o de uva pelos vinhedos.
Louzier…você é incrível.

O brigadeiro de pistache com Nutella da Fabiana D’ Angelo (o pistache e a Nutella são os sabores oficiais da doçaria italiana. Imagina junto e feito pelas mãos da Fabiana)…

a trufa Ferrero Rocher reproduzida pelo Armazém do Cacau…

o brigadeiro italiano da Frances (gente…uma viagem!)…

o tiramissú (doce criado em Siena) da Desire Cacau…

as máscaras do Carnaval de Veneza e as gôndolas produzidas em chocolate pela Ana Foster…

o doce de limão siciliano da Arte em Doces …
quanta gente maravilhosa empenhada em levar não apenas doces mas sensações no tema.

Sem palavras para vocês!!!!!!!!!!!!!

Claro que a mesa não parava por aí e nem a diversidade de sabores que desfilava cheia de personalidade por todos os metros que pareciam não ter fim.

 

 

Elvira Bona e seus bolos de rolo e crocs ganharam um cantinho especial, Olenka e seus brownies também.

Teve palha italiana, que apesar de ser uma criação brasileira, tem a Itália no nome, então a gente leva (risos).

Lourdes Maria mandou as tradicionais enquanto os Segredos de B mandaram as recheadas em versões branca com doce de ovos e goiabada com grana padano. Todas de comer rezando!!!!

Os bem vividos também foram “vestidos com a camiseta da festa”.

Sobre cada um deles, um pandeirinho feito em biscuit decorado com fitinhas e o adesivo das camiseta-convite.

Imagina o carinho da Ilze Cunha Bem Casados na produção deles… Recheados de Nutella, claro!!!!

Le Chocolat em meio a dezenas de delicados bombons produzidos com chocolate belga, uma bandeja merecia destaque com pralinés de morango, coco e menta criando uma efeito visual nas cores da bandeira.

O bolo foi uma atração a parte.

Eu pedi ao meu querido Garcia que fizesse um naked de chocolate com Nutella (Já falei que o doce mais italiano é a Nutella, né?!Então o bolo tinha que ser dela.)…e ainda ganhou muitos Ferrero Rocher. Wow!!!!!
Olha o que ele me entregou! Sem condições de colocar em texto o que era isso. Uma delícia e uma lindeza…

 

 

Não dá para descrever a lista completa mas essa já dá arrepios, né?! Seguida de fotos, então… eu sei… eu sei… é puxaaaado.

Logo ali ao lado da mesa de doces, um gazebo repleto de limões sicilianos lembravam os refúgios para a prática do “dolce far niente” nas paisagens da costa amalfitana, da Sicília etc.

Ali também estava preparado o studio para uma foto lembrança.

Entre um prato de massa, um docinho e uma dança, era possível ir até lá e registrar-se na paisagem levando a foto de recordação.

A Zoomfoto cuidou dessa parte para mim.
Obrigada, Rafael!!!!!

Segue o caminho e mais a frente, “prendere a destra” (vire a direita).

 

 

Lá estava a área da pista de dança. Lugar da alegria master!!!!
E recebeu atenção master minha também.

Usei o entorno para criar um ambiente que retratasse as trattorias. Mas dei a ele um toque sofisticado.

As mesas receberam toalhas xadrez, sim mas em volta delas, sofás curvos criavam um movimento e traziam conforto, acompanhados de poltronas e cadeiras… verde!(lembra da nossa cor de base).

 

Um luxo para emoldurar a pista de dança toda em led de fundo infinito.
Ela estava linda sob um céu de lâmpadas de filamento.

Aproveitando para agradecer também a um parceiro querido demais por toda a dedicação ao meu aniversário: Japiassú, obrigada, meu amigo!!!!

Obrigada por atender todos os meus pedidos mais megalomaníacos…e eu pedi muita coisa!!! (Gsuis, perdoa!)

Tudo atendido com um carinho enorme e mais… comecei a montagem da festa na sexta,trabalhei o dia todo descarregando caminhão,  continuei no sábado trabalhando o dia todo na montagem … Tudo para que no domingo eu pudesse deixá-la pronta até a hora do almoço e assim me recolhesse para a maquiagem.

Quem me conhece sabe que eu acompanho todas as montagens presencialmente e sou muito detalhista.

 

Amo muito tudo isso, a construção!
É o momento de fazer os ajustes com a mão na massa do que antes estava só no papel, finalizar… dar acabamento…

No dia do meu aniversário, advinha quem chegou de manhã cedinho no salão e não saiu mais, cuidando para que a luz ficasse exatamente como eu queria? Japi…grazie mille, amico!!!!

Lá dentro, a minha make up artist Nilza Nohra, mandava ver na melhor maquiagem para mim.


Eu sou fã com carteirinha e tudo dela. Fico linda nas suas mãos. Nilza… você é incríveeeel.

E para fazer dobradinha na minha produção, Glorinha Pires Rebelo assinou meu vestido. Arrasou!

A festa começou às 19h em ponto. Um carrinho da New Open Bar recebeu meus convidados com um welcome drink nas cores verde, branco e vermelho.
Por que será? (risos)

 

Todo mundo chegou junto. Todo ano é assim.

Chega todo mundo junto porque o parabéns é na abertura da festa. É legal porque estão todos lá. Não tem aquele dilema de cortar o bolo quando já não tem quase ninguém nem de antecipar o corte para ainda fazer com algum quórum e assim acabar com a festa antes da hora. Nada disso. No meu aniversário é no começo. E foi muito especial.Teve surpresa…para os convidados.

Sabe… a gente quer muito um mundo melhor.
A gente espera dias mais felizes, com menos problemas, menos dores… Mas o mundo não é outra coisa senão nós mesmos.

Eu, você, cada um de nós juntos fazemos esse coletivo chamado MUNDO. Então, ao invés de pensarmos uma mudança externa, a gente precisa fazer a nossa parte, arrumando nossas histórias, nossos próprios problemas e nos oferecer ao outro como alguém melhor. Juntos, num só coro de amor, nós seremos o mundo melhor. We are the World!

E se o plano é coro, reuní alguns amigos do mercado de festas que também eram meus convidados que toparam regravar a música We are the World em estúdio comigo.

Chamei meu amigo querido maestro Delfim Moreira para fazer a direção musical e lá fomos nós.

Tudo em segredo.

Nem quem participou da gravação sabia direito o contexto. O mistério fazia parte da mágica que tocaria os corações pela surpresa.

O resultado foi muito emocionante e a festa inteira cantou ao vivo, num só coro.

Foi lindoooooooooooooooo.

Esperando ansiosa o filme da festa, que ficou nas mãos do meu compadre Beto Santoro e vou postar aqui para vocês verem um pouquinho do que foi.
Por enquanto, ele já mandou o teaser e eu estou postando mais abaixo para dar aquele gostinho. Beto, valeu por tudo.
Mais um pouco da turma vendo o clip:

 

 

 

 


Para a caminhada até o bolo, os convidados foram acompanhados do afinado violino de Renata Moza que tocava “O Sole Mio”.

Depois, o parabéns, ou melhor, o Tanti Auguri, onde a ordem era cantar em italiano!!!!

Tanti auguri a te
Tanti auguri a te
Tanti auguri per tutti
Tanti auguri per te

 

Abre a pista, DJ, que agora o bicho vai pegar.

E lá estava ele, Otávio Taw na CDJ. Foi com tudo.

Mandou bem demais. Valeu, lindão!
Eu pedi e ele fez…”Volare” para abrir os trabalhos e pista ferveu com bandeira e tudo.

A festa em peso invadiu, os Cavaliere vieram tudo me abraçar e eu quase tive um troço.

Um de muitos nessa noite inesquecível!

 

 

 

Já na segunda música, os Hiperativos, lindamente trajados como nos carnavais de Veneza, chegaram com força total.

A dança rolava solta com um sucesso atrás do outro.

Teve muito 70′, 80′, 90′, rock e é claro…a Tarantella!!!!!

A italianada puxou a roda e lá foi o bonde atrás.

 

 

 

 

Tá bom? Não.

Ainda,não.

Teve a Pizzica, uma dança folclórica italiana conhecida de todos por lá que sempre é dançada após a Tarantella.

Minha vó dançava a Pizzica muito bem e tocava a música belamente no pandeiro.

Ela é feita com um lenço e já sabendo que ninguém estava preparado, eu providenciei muitos para distribuir.

Cinco dias antes, uma galerinha esteve lá em casa ensaiando e olha que pegaram o jeito.

Esse ano, tive a emoção de dançá-la no meu aniversário com minha tia, irmã do meu pai, e quem me ensinou sobre a Pizzica.

E ela dançou descalças como manda o figurino.

Olha aí, registrado para posteridade.

 

 

Serve o cannoli que mais glicose é bem vinda para dar fôlego aqui.

Cannoli é um doce italiano feito de uma massinha frita e recheado.

Tinha de pistache e limão siciliano.

Quase não deu tempo de fotografar porque mal ele chegou no salão já foi um alvoroço.

Serve também aqueles antepastos italianos que o povo ama para dar “sustança.”

 

 

Passa uma rodada, passa dez e lá vamos nós para a “Macarena”.
Êhhh, Macarena!!!!! …e não pára, não porque agora é a Dança do Pinguim (essa já é de lei todo ano na minha festa kkkk)Ei…trash é pop!!!! (risos)

“Dogs Day are Over” que a gente faz a coreografia do abaixa e levanta direitinho.

Quero dizer… o abaixa da gente é sempre criativo e vale deitar, dormir…vai do gosto desde que pule na hora certa. (risos)

 

A pista vem abaixo.

Vibe incrível.

Dançar não é mexer o corpo.

Dançar é quando a alma transborda e, nesta festa, os convidados dançaraaaaaaaaaaaam.

Era alma espalha pelos quatro cantos (risos).

Ai que coisa boa.

Meu aniversário tem mesmo essa essência. A parte arrumadinha fica para a decoração…organização…cozinha… Na pista, é bagunça.

Enquanto a festa rolava, Luis Fernando, da Social Click de Victor Miguel, tirava fotos de todos os convidados e pegava dedicatórias de cada um criando um álbum em tempo real.

Recebi ele pronto e cheio de carinho de todo mundo no final da noite. Que lindo isso!

 

 

 

Entra o MC Andinho!!! E lá vamos nós dançando até o chão chão chão. Gsuis…a turma não é novinha, não.

Será que sobe depois? (risos)

Obrigada, meu MC !

Você é muito amado aqui e eu te agradeço muito por sempre vir comemorar comigo e trazer sua arte para minha festa.

Andinho convoca o DJ para cantar e ele aceita.

Andinho convoca convidada para cantar e ela…faz discurso.

Uepaaaaa!!!! Não fui só eu que preparei surpresa para os convidados,não.

Também recebi declaração em cena aberta.

Segura coraçãoooooooooo!!!!!

Lenisa: uma daquelas clientes que foi promovida a amiga, me pegou de surpresa.

 

 

 

 

Sai o Andinho e vem os DJs Lelo Cardoso e Alessandro Freitas.

Mais dois que mandaram ver e arrastou a turma para a euforia total na pista.

Olha…se um desses caras já é uma explosão no comando da pista, imagina a minha festa que teve os três tocando (Taw, Lelo e Alessandro)!!!

Ui…

Dá mais uma espiadinha no registro do que aconteceu por lá, flagrados por Daud “Batman” Pachá e sua dupla, Rui “Robin” Porto.

Daud, babo mesmo com tuas fotos.
Você é o “cara”. Grazie di cuore!

Aproveitando para postar nossa foto e a do compadre Beto Santoro – time do registro para o posteridade.
Para quem não sabe, eu sou a dinda do Pedro, o italianinho, filho do Beto. Anos e anos trabalhando madrugadas faz amigos de verdade.

 

 

 

 

 

 

 

No centro da festa, dois bares.

À direita, a Dream Bier servia sua cerveja artesanal maravilhosa tirada na hora, geladíssima. Pedrosa, que delícia para refresco da turma que não parava de dançar. Muito bom!!!

À esquerda,o bar de drinks mais maravilhoso do mundo bombava sem interrupções.

Show de serviço dos meninos da New Open Bar. Fábio, Patrick… vocês são demais!!!!!

 

 

O jantar saiu mas a pista não parou, não. Muita coisa para comer de olhos fechados e sentindo o aroma e sabor da Itália.

Tudo clicado e mostrado aqui… o carbonara, o risoto de limão siciliano, a cebola roxa recheada…dentre outras delícias.

Meu agradecimento sincero ao Demar por me apoiar a cada ano no meu aniversário.Sempre presente e tão parceiro.

 

 

 

 

A identidade visual ficou com a super design Claudia Haddad, da Papel a la Carte.

Quando decidi a festa, conversei com ela que desejava que ela fosse uma viagem.

Realmente, uma noite na Itália e que eu tinha, então, pensado em fazer um passaporte.

Ela topou na hora e até saiu um boarding pass. Depois, chegou a vez de pensar as plaquinhas de mesa, os menus, os cones para que os convidados pudessem levar doces para casa.

Ela fez tudo seguindo o passaporte e ficou muito bonito.

A mala e as impressões nas camisetas, foi produção da Edna Lopez e do Valério Miguel que também foram de um capricho e de uma dedicação incalculável.

Que time! Olha aí alguns registros e o visual da camisetas.

 

No dia seguinte, recebi vários whatsapp falando do clima da festa, da sensação de ter estado numa grande festa de família.

Comemoro com meus amigos de estrada, parceiros desta difícil rotina de trabalho com finais de semanas ocupados sempre, noites viradas (e dia também), com minha família e alguns queridos de longas datas que compreendem essa amiga ausente dos encontros de barzinhos no sábado à noite.

A turma toma parte e vai curtindo com antecedência. Alguns meses antes, já estão todos animados.

Tenho que agradecer muito a todos os meus fornecedores que compartilham comigo a paixão por festas e me presenteiam todos os anos com seus trabalhos impecáveis na realização do meu aniversário.

Meus grazie tante aos amigos da indústria de móveis disponibilizando o acervo para minha festa, me deixando à vontade para escolher o que eu quisesse com a maior alegria do mundo.

Maria Rita, Dani, Dodô…vocês não imaginam o quanto eu gosto de vocês. Que a Lona Cristal e a Portal do Oriente tenham muito sucesso.
Tamujuntu !!!!!

Obrigada, Mineirart, pelo objetos cenográficos também disponibilizados com toda alegria pela minha celebração.
Obrigada, Fátima Cavalcante por me deixar viajar com tanta liberdade pedindo velas de todas as formas e materiais e você, linda lá, levando tudo na maior felicidade.

Valeu, Floreal de Duques pelos pés de limões sicilianos que eu inventei de trazer para a recriação da minha Itália e sei que deu um trabalhão para fazer.

A Essenciale por todas as forrações da cenografia, a Fiesta pelas toalhas e ao Marcelo Martins pelo gerador que garantiu a farra até altas horas.

Minha gratidão a Sunset pelo exército de agentes de limpeza e ao Silas Balões pelos balões de led e prateados que encheram a pista com um visual incrível.

Obrigada, Wines and Roses pelos espumantes deliciosos. Arte em Forminhas pelas forminhas de doces mais lindas  e Ruth Dourado pelos guardanapos e jogos americanos tão delicados.

Meu carinho todo especial à Panos e Cores, onde escolhi todas as peças da mesa de doces: bandejas, vasos, castiçais, porcelanas, tapetes…e outros muitos objetos lindos que compuseram meu projeto na decor.


Obrigada a minha equipe de quem eu tenho um orgulho danado: Rogério, Getúlio, Joice, Douglas, Tabata, Thais, Silvia. Como é bom ter vocês no time Cerimoniale.

Por fim, um agradecimento a Christina Arruda por abrir sua casa e me receber com um carinho enorme. Obrigada, Christina, pela acolhida, por abrir tua casa, por acompanhar a festa até o final ao meu lado, por toda a oferta de ajuda, pelos papos ótimos, pelo purê com carne moída no meio da loucura da montagem que você foi preparar pessoalmente.


Algumas coisas, não tem preço.
Que o Largo do Arruda faça muita festa e brilhe cada vez mais!!!

Vou ficando por aqui apesar da vontade de falar mais e mais dessa noite tão especial.

Deixo com vocês, a minha mensagem no clip na certeza de que celebrar a vida com as pessoas queridas é um grande exercício para a felicidade.

Todos nós queremos um mundo melhor.
A boa notícia é que nós somos o mundo.
A mudança virá quando nós nos levantarmos como um só coro de amor.

 

We are the World. 

 

Curta o filme e depois, comente essa festa !!!!! Quero receber seu comentário.
 
Sem comentários
  • A Roseira Decorações Ltda
    Postado às 21:37h, 22 agosto Responder

    Festa maravilhosa.Aniversariante muito feliz e muita animada.Tudo perfeito.

  • Beto Saroldi
    Postado às 18:34h, 23 agosto Responder

    Festa deslumbrante Flávia Cavaliere!!! Você ama o que faz, e suas festas são cada ano mais lindas!!! O Clip de abertura foi emocionante!!! Me senti na Italia! Parabéns querida!!!

  • Tania Salgado
    Postado às 18:35h, 23 agosto Responder

    Que festa vc nos presenteou, me senti na Itália!!!

  • Juliana Sucupira
    Postado às 18:36h, 23 agosto Responder

    Foi maravilhosa a festa!! Já estamos aguardando a #festadaflavia2020

  • Tereza Reis
    Postado às 18:37h, 23 agosto Responder

    Foi massa! Explosão de animação!
    Obrigada!!!
    Beijos

  • Pierina D Andrea
    Postado às 18:37h, 23 agosto Responder

    A festa foi linda. Td que vc faz é muito perfeito e de muito bom gosto.

  • Manuela (Le Chocolat)
    Postado às 18:38h, 23 agosto Responder

    Flavitcha!! Vi, li, babei e relembrei. Eu e Vivi.
    Obrigada querida, por tua alegria, por tua intensidade, integridade, amorosidade e sobretudo por esse olhar de empatia pelo outro.
    Bjs em teu coração e que Deus proteja sempre e muito, a quem fortemente amas por toda a tua eternidade.

  • Alcides (Orquestra Delfim Moreira)
    Postado às 18:39h, 23 agosto Responder

    Tudo muito lindo e maravilhoso!! Essa festa é nota 1000. Parabéns.

  • Lenisa
    Postado às 18:40h, 23 agosto Responder

    Amiga querida ! Que honra fazer parte da sua vida ! A oportunidade se expressar para todos os seus amigos o quanto vc é uma estrela em nossas vidas foi uma sensacional Te adoro

  • Nilza Nohra
    Postado às 18:40h, 23 agosto Responder

    A festa foi maravilhosa! Tudo lindo e perfeito. Parabéns!!!!!

  • Ju Moscofian
    Postado às 18:58h, 24 agosto Responder

    Admiro as pessoas que se fazem felizes , essa é a descoberta da vida ! Admiro pessoas que quando descobrem isso querem com o mundo compartilhar !!!! Querer um mundo melhor e entender que ele depende de todos e dar voz a isso trazendo mais pessoas pra perto e ainda tornado o dia que era teu em um propósito, digno de quem já descobriu muito e se coloca na sua vulnerabilidade em ser o que se é , se aceitar , se amar e então se tornar é depois de tudo isso permitir que possamos te conhecer e te admirar !!!! Me diverti muito, dancei muito , e saí de lá com a alma feliz !!!! Celebrar e dividir sentimentos bons … foi um grande prazer pra mim estar lá !!! Que siga com muita saúde para comemorar por longos anos tua intensidade na vida !!! Meu afeto por ti Flavinha !!! Encantada

Poste um comentário